"Então, a vida, sim, é uma busca contínua, um descobrimento diário de si mesmo."

sexta-feira, 9 de maio de 2008

QUANDO NADA MAIS ME INTERESSAR

QUERO MORRER.

3 comentários:

Gabriel Lyra disse...

eu nao quero q tu morra

luciano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luciano disse...

É duro ter que fazer você me odiar por erros meus que tu nem tem conhecimento,não é meramente o medo de lhe encara,é não poder lhe dizer o que realmente sinto, acho eu que poderia lhe mentir em sua face, dizer que não lhe gosto, que não estou apaixonada.
Podia muito bem lhe fazer carinhos, lhe beijar, sermos felizes por alguns instantes, mas para que lhe fazer sofrer mais depois?
Deve ser mais fácil esquecer aquilo que nunca se teve de concreto, deve doer menos, pode me chamar de canalha, falar mal de mim para deus e o mundo, me julgar, me punir, aplicar suas sentenças...
Não quero dizer que lhe amo, nem sei dizer algo antagônico a isto...
Pena que não entenda, eu acho justo você não querer falar comigo, tenho vergonha do meu ser, de ter dito somente aquilo que tu quisesses escutar, pena que hoje eu não preste, não seja digno de compaixão, pena faltar a tal hombridade a mim, pode ser que tu tenhas razão...
Não vou pedir para que seja minha amiga, não vou clamar por seu carinho, não esmolarei seus sentimentos...
Apenas vou tentar viver.
Mesmo que meu interesse pela vida tenha sido serciado.