"Então, a vida, sim, é uma busca contínua, um descobrimento diário de si mesmo."

terça-feira, 15 de julho de 2008

deixar morrer, sem querer

eu vou deixar morrer este sentimento enquanto eu viver
-lo morrer friamente, vivendo
o meu maior desejo é morrer amando-te
mas como seria possível isto acontecer, se você não luta

estou exausta com este sofrimento

se este amor é eterno , descanssemos então
não choro mais
eu canto para tristeza passar

em mim o desejo de ficar ao seu lado são Tao verdadeiros
mas a insatisfação acaba comigo e com os desejos

eu sinto uma dor , um aperto
eu sinto algo
tomara que não seja a dor separação
e perder todo este amor , desvairado e encantado
nao quero perder

2 comentários:

Gabriel Lyra disse...

saudades de tu, tatu!
bjs minha magrela preferida!

Pedro Paulo disse...

krak mt lindo acada q eu leio me surpreendo!!!